Tecnologia do Blogger.

domingo, 4 de junho de 2017

Cuspidifolia: o jacarandá mineiro

Das cerca de 100 espécies de Jacarandás existentes no mundo, o Jacarandá cuspidifolia é genuinamente mineiro, mais precisamente nativo do Cerrado de Minas Gerais. Predomina em campos abertos e regiões de transição de Cerrado. O Jacarandá cuspidifolia é uma espécie rústica, como a maioria das espécies do Cerrado são. A espécie cresce rápido no Cerrado e lento em outras regiões, de Mata Atlântica por exemplo. Não se adapta bem a solos encharcados mas no Cerrado mineiro, pega bem fácil e com crescimento rápido sem crescimento de raízes pelas laterais laterais. Não danificada calçadas, prejudica a fiação elétrica, já que tem galhos espaçados. A árvore acima tem mais de 100 anos que nasceu nesse lugar, em Bom Despacho MG.
É muito semelhante ao Jacarandá mimoso (Jacarandá mimosaefolia), planta exótica nativa do Norte da Argentina. São duas diferenças entre as duas espécies. A primeira é que o Cuspidifolia atinge na fase adulta no máximo 10 metros de altura, já o mimosaefolia 15 metros. A segunda é que o Mimosaefolia apresenta floração na presença de folhas. Tem folhas e flores ao mesmo tempo. Já o Cuspidifolia floresce sem as folhas que caem totalmente entre agosto e setembro e assim surgem as flores no início da primavera. Fora isso, as duas especies são iguais em tudo. 
O Jacarandá cuspidifolia é uma espécie rústica, como maioria das espécies do Cerrado são. A espécie cresce rápido no Cerrado e lento em outras regiões, de Mata Atlântica por exemplo. Não se adapta bem a solos encharcados,nos outros, pega fácil.
Características do Jacarandá Cuspidifolia
Nome popular. Caroba, Carobeira.
Folhas: Imparipinadas, 20 a 50 cm, foliolos 1 cm.
Fruto: Seus frutos são em formato de cápsula, 5 a 7 cm que se abre na primavera, liberando sementes que são disseminadas pelo vento e germinam facilmente.

Utilidades: Melífera e Ornamental
Própria para paisagismo. É adequada à arborização urbana. Suas raízes não danificam as calçadas e nem provocam danos à rede elétrica já que não é uma planta de grande porte.
Época de floração e frutificação: Floresce no início da primavera. Caem as folhas, surgem as flores e os frutos que se abrem e suas sementes levadas ao vento. 

É também útil para plantio em áreas degradadas e recomposição de áreas de preservação permanentes.
Por Arnaldo Silva
AVISO LEGAL: Este conteúdo pode ser publicado livremente, no todo ou em parte, em qualquer mídia, eletrônica ou impressa, desde que contenha um link remetendo para o site www.ecovidabomdespacho.com

Um comentário:

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Conheça o projeto EcoVida

Postagens populares

Seguidores