Tecnologia do Blogger.

domingo, 23 de outubro de 2016

O que significa manchas nos troncos das árvores?

          As manchas e líquens que vemos nas árvores são confundidas com doenças e muita gente, por desinformação, pensa ser essas manchas e líquens prejudiciais às árvores e muitas das vezes, retiram os líquens e as manchas, raspando-as. Um erro grosso, por pura desinformação porque não fazem mal algum às árvores, não as prejudica em nada. 
          Essas manchas e líquens são fenômenos normais da natureza. Elas se formam nas árvores e pedras das cachoeiras. Começam na cor amarela, depois ficam com a cor uma cor de ferrugem e depois ficam vermelhas. Acabam colorindo as árvores e pedras.
Mas sabem porque os fungos, líquens e manchas aparecem nas árvores e pedras? Por que elas são sensíveis a poluição ou seja, elas só se desenvolvem em locais sem poluição.
          Onde você vê essas manchas nas árvores, tenha certeza, a poluição no local é ZERO.
          Nas grandes cidades as manchas são difíceis de se ver, devido a poluição, no interior, podemos ver muitas.
Se a árvore de sua rua ou praça está assim, cheia de manchas e líquens, não se preocupe, ao contrário, fique satisfeito, sinal que na sua rua ou na sua praça não tem poluição. (Por Arnaldo Silva)

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Entenda porque outras aves vivem na casa do João de Barro

(Por Arnaldo Silva) Sempre são exibidas imagens de outras aves ocupando as casas do João de Barro que trabalha tanto e vem outras espécies e ocupam a casinha deles.É o que todos pensam e mostram em fotos, como estas. Mas será isso verdade? (foto abaixo de Raul Moura)
     Não, não é verdade.
     O João de Barro leva em média 60 dias para fazer sua casinha. Depois de pronta, ele se muda e lá fica. Vocês pensam que depois da construção ele fica descansando, curtindo a casinha?
Nada disso, começa a construir outra no dia seguinte.
O João de Barro constrói sua casa para sua próxima ninhada. Na casa nova, fica no máximo até os ovos chocarem e os filhos poderem viver sozinhos ou no máximo por uma estação. 
(foto abaixo de Paulo Santos)
     É o tempo que ele leva para fazer outra casa. E assim se muda para ela. 
     Esse ciclo é repetido constantemente. Ele não para de trabalhar.
As outras espécies de aves, entre elas os periquitos, tuins, canários-da-terra, só se aproximam da casa do João de Barro quando esta está abandonada. Somente quando o João de Barro já fez sua outra casinha. Ave nenhum ocupa ou invade o habitat dos outros. A natureza tem suas leis e estas são respeitadas. 

A curiosa construção do João de Barro

Você irá se surpreender com essas descobertas!
Foto acima ilustrativa, de autoria de Maria Mineira em São Roque de Minas
Daniel Carbajal Solsona que vive no Uruguai fotografou todos os momentos que um casal de João-de-barros ou Forneiros, como também são chamados, demorou a construir o seu ninho pegado a uma janela de uma casa no piso abaixo de onde ele morava.
Foram precisas 600 fotografias para mostrar todo o processo da construção do ninho. Observou durantes 60 dias o trabalho diário do casal;

-Começam a trabalhar as 7 hs da manhã, pausavam ao meio dia, retornavam e paravam o trabalho por volta das 17 hs. Trabalhavam entre 8 a 10 horas por dia.
- Trabalhavam de segunda a sábado.
- Observou que o casal nunca aparecia aos domingos para trabalhar.
Concluindo: O João de Barro leva em média 60 dias para fazer sua casinha, trabalhando de segunda a sábado de 7 às 17 hs e folgando aos domingos.

Fonte: Pps” Horneros Urbanos “, de Daniel Carbajal Solsona

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Aprenda a cultivar horta, usando troncos

Quem tem problemas de artrose nos joelhos e problemas de coluna não pode de jeito nenhum ficar levantando e abaixando todo instante. Isso impede de fazer certas coisas simples do dia a dia, como por exemplo, cuidar de uma horta.

Essa dica facilita em muito o trabalho de quem gosta de contato com a natureza e de cultivar hortaliças em casa, mesmo com problemas de coluna ou artrose nos joelhos. Esse dica é adequada para quem tem esses dois problemas citados.

A dica é fazer horta suspensa, usando apena troncos de palmeiras ou bambu.

É bem simples:
- Faça um corte no tronco das palmeiras ou bambus, deixando partes laterais e os fundos nas pontas intactos, para a terra não escorrer quando molhada. 
- Retire a polpa.
Faça uma armação para fixar os troncos. Pode ser troncos de bambu ou galhos de árvores, em forma de Y.

- Coloque os troncos sobre a armação em y, amarre bem com arame, coloque terra e por fim, plante suas hortaliças preferidas.

Simples, prática,ecológica e não suja, além de não dar muito trabalho. 

(foto ilustrativa sem autoria identificada)

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Conheça o projeto EcoVida

Postagens populares

Seguidores